Angélica revela detalhes da quarentena com Luciano Huck


© Instagram


O período de isolamento social, por conta da pandemia do novo coronavírus, fortaleceu o relacionamento entre Angélica e Luciano Huck. Quem garante é a própria apresentadora. Ela revelou que a conexão do casal aumentou, com o fim das muitas viagens e longos períodos de gravações, e comemorou essa união mais sólida dos dois em um momento tão complicado.





VOCÊ VIU? Filho de Ewbank e Gagliasso, Bless imita cabelo de Babu

Com casos de Covid-19, Band paralisa gravações de MasterChef

Tiago Abravanel pode trocar o SBT pela Band

Globo renova contrato de Thiago Fragoso por mais 4 anos

“Só tenho coisa fofa para falar dele. Aprendi que a gente se dá muito bem, temos a maior conexão. Luciano sempre viajou, trabalhou muito, tínhamos rotina diferentes. Mas agora, essa rotina dos dois juntos está muito melhor, mais gostoso. Nos conhecemos mais, nos entendemos mais, namoramos mais.  A gente até fala de como vai ser quando tudo isso acabar. Esses dias ele foi gravar nos Estúdios Globo e fiquei meio bolada, isso porque ele passou algumas três horas fora de casa”, contou a famosa, em entrevista à revista “Vogue”.

Angélica revelou que a mudança de rotina, por causa do isolamento social, afetou mais os três filhos do casal (Joaquim, Benício e Eva). A apresentadora disse que está participando bastante da educação das crianças, sobretudo da filha mais nova. Ela também contou que os filhos sentem falta de sair.

“A pandemia veio para reafirmar essa minha vontade de buscar uma vida diferente. Também trouxe proximidade maior com meus filhos. Meus pais estão morando com a gente e ajudam bastante. Esses dias me peguei emocionada porque estou alfabetizando a minha filha. Ela tem aulas online, mas está aprendendo a ler e a fazer contas comigo. Quem está ali firme e forte todos os dias ao lado dela sou eu”, comentou.



“Os meninos estavam em uma fase de sair muito e aquilo me apavorava um pouco. Foi onde eu entendi o que é ser mãe de adolescente. Estou conseguindo entender mais a cabecinha deles. Estamos fazemos coisas que não fazíamos antes, como almoçar e jantar todos os dias juntos. Está sendo muito especial entendê-los. Não sou uma mãe evasiva, mas estamos muito próximos”, completou.