Após assalto, Kim manda construir quarto do pânico em mansão


  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Costumeich.com
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Reprodução
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Twitter
  • © Divulgação / Cedars Sinai
  • © Divulgação / Cedars Sinai
  • © Divulgação / Cedars Sinai
  • © Instagram
  • © Instagram


Kim Kardashian ficou mesmo traumatizada com o assalto que sofreu em Paris no início do mês. A socialite mandou construir um quarto do pânico na mansão onde mora em Los Angeles, nos Estados Unidos.

VOCÊ VIU? Kim Kardashian cancela aniversário e recorre à terapia

Segundo a revista “InTouch”, a patricinha pagou R$ 320 mil pelo cômodo à prova de bala para ficar tranquila caso sua casa seja alvo de bandidos. “Vai ser feito para resistir a incêndios e até terremotos”, disse uma fonte da publicação.

O local contará com um banheiro e com um sistema com acesso às câmeras da residência da estrela. Desde que fora feita refém, a musa tem investido bastante em segurança e precisou recorrer à ajuda médica para superar o trauma de ter ficado sob a mira dos ladrões.

“Ela não está bem. Está pior do que pensam. Ela tem tido ataques de pânico e se recusa a ficar sozinha”, afirmou a fonte.