Após polêmica, Laura Keller nega que tenha sido garota de programa no México


© Instagram


Laura Keller decidiu se pronunciar a respeito de um vídeo que tem circulado na internet, nesta quarta-feira (1), após virar alvo dos internautas. Isso porque, na gravação, a participante do “Power Couple”, da Record, revela que era “acompanhante”.





VOCÊ VIU? Bígamo? Marido de Laura Keller é casado com americana, diz jornal

Participe da campanha #CaleoAssédio

“Olá, Monterrey. Sou Laura Keller, a playmate brasileira, e em breve você poderá me ter em seus braços. Se quiser, te espero no Colorado [nome da casa de shows]”, diz a loira nas imagens.

De acordo com a atriz, tudo não passou de uma brincadeira para divulgar seu trabalho como dançarina em uma turnê no México, logo após ter estrelado um ensaio nu para uma revista masculina.

“Quando fui capa da ‘Playboy’, fiz uma turnê pelo México como dançarina das casas mais badaladas. Esse vídeo era uma propagada de uma casa, que foi veiculada, bem-humorada e com duplo sentido”, disse ao “Ego”.

E continuou: “Trabalhei como dançarina, sim, e ralei muito! Depois dessa experiência, amadureci demais. Mas não trabalhei como acompanhante”.



Ainda sobre as acusações de que seria garota de programa e faria o famoso “book rosa”, a loira se defendeu. “Sempre fui independente e tudo que fiz na minha vida foi um aprendizado. Nunca pisei ou julguei ninguém porque sei o valor do trabalho. Tenho caráter.”