Benedito Ruy Barbosa relembra morte de Montagner


© TV Globo


Benedito Ruy Barbosa relembrou a morte de Domingos Montagner e contou como decidiu encerrar “Velho Chico” (2016) após a tragédia, em entrevista ao programa “Donos da História”, que vai ao ar pelo canal Viva no próximo domingo (4).

VOCÊ VIU? Bastidores: Camila Queiroz é detonada por diretor da Globo

“A Força do Querer”: Simone descobre mentira de Silvana

‘Roupão’ de Renata Vasconcellos no “JN” vira piada na web

Danilo Gentili é condenado a pagar indenização a jornalista

“O Domingos era muito importante como personagem. A novela terminava em cima dele. Um negócio ‘gritantemente’ importante para mim. Mas a pessoa humana que ele era, o amigo, acabou sendo mais importante que o personagem”, destacou, segundo o jornal “Extra”.

O veterano revelou que soube do desaparecimento do ator no intervalo das gravações e que começou a rezar. Depois, precisou se reunir com o neto, Bruno Luperi, para encerrar a trama seu um de seus protagonistas.

“[…] Entrei numa crise aqui. Que barbaridade. Liguei para o Bruno, ele estava chocado também. Eu disse: ‘Nós temos que pensar na história, porque tenho certeza que o Domingos, aonde quer que esteja, quer um final decente para esse personagem’.”

Domingos Montagner morreu em setembro do ano passado, aos 54 anos. O ator estava com Camila Pitanga após gravações de “Velho Chico” e se afogou no Rio São Francisco, em Sergipe.



Close sidebar