Bruna Marquezine relembra depressão: “Momentos difíceis”


© Instagram


Doenças como depressão e ansiedade atingem uma parcela significativa da população mundial. Engana-se quem acha que famosos e ricos estão livres dessas patologias. Bruna Marquezine, em live no Instagram com Bruno Astuto, abordou o tema, que para muitos ainda é tabu.





VOCÊ VIU? Novela ‘Amor de mãe’ terá personagens com coronavírus

Manu fala sobre coronavírus e revela saudades dos avós

Ludmilla fala sobre preconceito por orientação sexual

Confira os 11 brasileiros com mais seguidores no Instagram

Durante a transmissão, a atriz contou que teve depressão aos 17 anos muito por conta da grande exposição. A morena também disse que sofria uma grande pressão estética para estar dentro do padrão de beleza.

“Além disso, tive distúrbio de imagem e distúrbio de alimentação. Toda mulher se sente pressionada pela sociedade para estar no padrão. Eu sofria muito com isso. Sempre me cobrei muito. Enfim, foi um momento difícil e muito delicado”, comentou Bruna Marquezine, que completou.

“Muitas vezes eu ouvi dentro da igreja que a minha depressão ou a minha situação era falta de fé e falta de oração. Acredito que Deus capacitou profissionais para que nós possamos aqui nos ajudar. A terapia me transformou. Transformou de verdade a minha vida, a minha saúde mental”, disse a atriz.



Bruna Marquezine também falou sobre como as redes sociais podem potencializar essa busca pela perfeição e popularidade.



“Tento sempre me lembrar que a internet não é vida real, like não é afeto. Follow não é amizade. Tento sempre criar um equilíbrio. Quando eu vejo que está me fazendo mal, me distanciando da minha essência, quando está me atrapalhando, eu tento recuar”, explicou a atriz.

 






Close sidebar