Carol Sampaio nega que namorado de Anitta tenha sido agredido em baile


  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS
  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS
  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS
  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS
  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS
  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS
  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS
  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS
  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS
  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS
  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS
  • © Vinicios Marinho/BRAZIL NEWS


Carol Sampaio desmentiu a versão de Pablo Morais sobre a suposta agressão que ele teria sofrido durante o Baile da Favorita, na madrugada deste domingo (19). A promoter, responsável pelo evento, garantiu que os seguranças contratados não usam a força contra os convidados.





VOCÊ VIU? Pablo Morais contradiz Anitta e confirma que eles são namorados

“Tanto é mentira que ele já apagou [o vídeo da denúncia publicado no Snapchat]. Meus seguranças não batem em ninguém. Quando necessário, conduzem para fora da festa. O que não foi nem o caso. Acabei de ver o vídeo e está nítido que ele não foi”, disse ao “Ego”.

E acrescentou: “Pelo visto ele está um pouco alterado”.

Na gravação do namorado de Anitta, apagado logo em seguida, o moreno garantiu que foi tirado do local “pelo cangote” por um “segurança da Polícia Civil”. “Me tirou de favelado, de bandido”, reclamou.



O rapaz ainda pediu desculpas a Carol por fazer a reclamação na web, mas pediu mais educação por parte da equipe: “Tratar quem não conhece ou qualquer um com educação. Parar de empurrar, agredir, bater no peito dos outros. Me trataram como bandido, ladrão ou algo assim”.



Pablo divulgou um novo vídeo na web, mas com outro discurso. “Explicando ontem aquela confusãozinha, não foi nada, né? A gente tá acostumado a resolver problemas com pessoas que não sabem trabalhar. Ontem fui confundido com alguém pelo segurança da Favorita. Me pediram para sair, eu saí.”






Close sidebar