Chris Brown culpa Rihanna em episódio de agressão


  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Youtube
  • © Twitter
  • © Divulgação
  • © Instagram


Chris Brown culpou Rihanna pelo episódio em que agrediu a cantora em um novo trecho divulgado do documentário “Chris Brown: Welcome To My Life” (Bem-vindo à minha vida).





VOCÊ VIU? Victor Chaves ainda não conhece filho caçula, diz colunista

Foragido desde março, ex-Karametade é preso na França

Anitta é condenada a pagar R$ 2,8 mi a ex-assessora

H. Castelli é multado por postar foto com peixe em extinção

O rapper, que espancou a popstar em fevereiro de 2009 – época em que os dois eram namorados – disse que a famosa foi a responsável por começar a briga que a deixou desfigurada.

Segundo ele, os dois começaram a briga na volta de uma festa. O cantor teria tentado explicar que não sabia que a ex estaria no evento e que, então, a cantora tentou chutá-lo.

“Ela começou a ficar com raiva. Ela jogou o celular: ‘Te odeio’. Ela começou a me bater em uma pequena Lamborghini (…) Como eu lembro, ela tentou me chutar, mas aí eu realmente acertei ela. Com o punho fechado, eu dei um soco, e isso quebrou o lábio dela. Quando eu vi, fiquei em choque. Pensei: ‘Merda, porque eu bati nela assim?'”, recordou o famoso no documentário.



Brown ressaltou ainda que Riri cuspiu sangue nele, o que o deixou com mais raiva. Depois disso, Chris também admitiu que mordeu o braço da então namorada enquanto dirigia e ainda a empurrou, o que gerou um ferimento na cabeça da cantora.



Os dois chegaram a se reconciliar em 2013, mas terminaram de novo em pouco tempo. Chris Brown revela na obra que ainda ama Rihanna.

Na época, Chris Brown foi condenado a 180 dias de trabalho comunitário e a cinco anos de liberdade condicional.