Claudia Raia sobre convite para a Globo: “Não levei a sério”


© Divulgação


Claudia Raia tem 53 anos de idade e mais de 30 anos de carreira. A atriz, cantora, dançarina e produtora relembra momentos marcantes de sua trajetória e contou como foi parar na Globo ao ser convidada para participar do programa humorístico de Jô Soares, o “Viva o Gordo”, no quadro “Vamos Malhar”.





VOCÊ VIU? Gio Ewbank e Leo Picon revelam que já ficaram com “BBB”

Isis Valverde se diverte com foto de Rael após comer

Referência como DJ, Alok revela depressão e objetivo pessoal

Thaeme encanta os fãs com Liz de Mulher-Maravilha

“Estou eu na praia, com um biquinão asa-delta todo enfiado na bunda, aquele momento anos 80. Vem um cara e fala assim: ‘Tudo bem, Claudia? Sou da Globo e queria te chamar para vir fazer um teste’. Falei: ‘Prazer, Raquel Welch’. Continuei para o mar e falei: ‘Ah, gente, era só o que me faltava essa pessoa me cantando aqui’. E era o Paulo Cursino, que era um dos redatores do ‘Viva o Gordo’. Não levei a sério. Minha mãe foi no meu lugar, porque achei que era uma bela de uma cantada. Chegou lá, ela falou: ‘Filha, é a Globo'”, contou.

Claudia lembrou que, prestes a estrear o musical “Não Fuja da Raia”, perdeu o patrocínio e foi até a Rua 25 de Março, em São Paulo, pedir ajuda para ter material: “Eu ia pedir 25 metros de veludo, de joelhos. Dizia: ‘Olha, é a primeira vez que estou produzindo, é um show’. E as pessoas iam me ajudando. E vou até hoje, tá? Porque fazer teatro é isso, é fazer a muitas mãos.”, revelou.



A artista contou que vai lançar, ainda este ano, um livro de fotos de sua carreira, feito por Gringo Cardia, além de uma biografia exclusiva. “Quem ia escrever a biografia era a Fernanda Young, e aí nós ficamos sem a Fernanda e entrou a Rosana Hermann, que é uma super escritora”, ressaltou.



Sobre o momento atual que vivemos, com o mundo em pandemia do coronavírus, Claudia também falou sobre o grupo de oração que tem acontecido diariamente na quarentena, às 18h. “Eu, Fernandinha Souza, Bruna Marquezine, Maysa, fizemos um grupo de oração. Todos os dias a gente reza por 1 minuto pelo mundo, pelo planeta, por todas as pessoas que estão doentes, por todas as pessoas que estão saudáveis e que não contraiam esse vírus.”, concluiu.