“Colocou a genitália na minha coxa”, relembra karol Conka


© Divulgação


Karol Conka revelou que já foi vítima de assédio. A cantora – que é uma das maiores expoentes do feminismo – disse que já passou até por uma situação de violência física.





VOCÊ VIU? Sem contrato, Emilly devolve duplex alugado e deixa RJ

Chega ao fim casamento de Diogo Nogueira, diz jornal

Autor mata personagens de “O Outro Lado” por ordem da Globo

Marilene Saade surpreende fãs ao postar foto nua; confira!

“Eu tinha 17 anos quando entrei em um ônibus e um senhor ficou encostando a genitália ereta na minha coxa. Quando abriu a porta, eu o chutei para fora. Fiquei com tanto nojo” contou a cantora ao jornal “Extra”.

E continuou ao lembrar de mais uma situação parecida: “E outro episódio foi agora, já cantora, em um show no Rio. Um cara ficava olhando e dizendo: ‘Deixa eu enfiar o dedo aí’. Parei tudo e perguntei: ‘Como é que é ?’. Ele disse que era muito rico e que ia ferrar comigo. Homem já é dificil de lidar, rico, então, piorou. Eles acham que podem tudo. Alguns, não estou generalizando. Mas expulsei o cara da balada. Saber se posicionar coloca qualquer pessoa para baixo”.

Sobre o episódio de violência, a artista contou que já faz muitos anos. “Um cara já apontou uma arma para mim porque ele queria bater em uma menina e me meti. Eu era adolescente”, disse Conka.



Vale ressaltar que nesta sexta-feira (19), Karol sobe ao palco do Circo Voador, em uma exaltação à mulher, ao lado de Elza Soares. O evento chama-se SambaRap.