Com medo da violência, Luiza Tomé pensa em morar em Portugal


© Instagram


Aos 59 anos de idade, Luiza Tomé pensa em deixar o Brasil. A atriz revelou que sente medo da violência no país e não descarta passar um período em Portugal, junto com o marido, Adriano Facchin, e os filhos do casal, Bruno (21 anos) e os gêmeos Adriana e Luigi (16 anos).





VOCÊ VIU? Ludmilla debocha de suposta parceria com Manu: “Trisal”

Débora Nascimento tem seu contrato com a Globo encerrado

Atriz do “Porta dos Fundos” estará na próxima novela das 19h

Com Covid, Mariana Weickert evita contato com filho recém-nascido

“Tenho muita vontade, às vezes, de passar uns dois, três anos lá fora, trabalhar lá fora com os meus filhos. Tenho vontade de morar um pouco lá fora. Em Portugal a gente tem um mercado bom. E tentar dar para os meus filhos uns três anos, e aí de lá eles falam: ‘Mãe, eu vou para a faculdade aqui’… E (também) ampliar mais eles, culturalmente. Você está ali em Portugal, pega um trem, vai para a Itália… Há muitas possibilidades e uma segurança muito grande”, comentou a famosa, em uma live com a ex-BBB Mariana Felício.

“Eu quero andar na rua falando no celular, quero saber que meus filhos vão sair para a balada e vão voltar bem. No Brasil, o índice de criminalidade é grande. Eu já assaltada de tudo o que você pode imaginar, de arma, de faca… Então eu tenho um certo trauma”, completou.

Luiza Tomé contou uma situação traumatizante. A atriz disse que, quando estava grávida dos gêmeos, sofreu um assalto e teve uma arma apontada para a sua barriga.