Débora Falabella sobre traição: “Nunca a culpa é do homem”


© TV Globo


Débora Falabella fez um discurso contra o machismo durante participação no “Mais Você”, da TV Globo, desta quinta-feira (10).

VOCÊ VIU? Ex é atacado na web por acusar cantora gospel de usar drogas

TJ derruba liminar sobre vídeos de Cristiano Araújo morto

Após Lari Manoela negar, Thomaz Costa anuncia fim do namoro

Recém-nascido, filho de Karina Bacchi já está no Instagram

No ar como a Irene em “A Força do Querer” – trama das 21h da emissora carioca –, a atriz condenou a postura da sociedade ao avaliar a traição cometida por homens e mulheres – assunto abordado no núcleo da artista no folhetim de Gloria Perez.

“Acho que a gente nunca bota a culpa no homem. É uma coisa da nossa sociedade de falar sobre a outra mulher e nunca é questionado se o homem quis também. A primeira a ser acusada é a mulher, mas acho que vivendo a Irene, antes de saber todos os crimes sobre ela, para mim ficou muito claro como que realmente a sociedade mira direto na outra mulher. É muito machista”, opinou.

A artista acredita que, apesar de sua personagem ser indefensável, a sociedade precisa tirar a culpa só da amante no caso de uma traição como aconteceu com Irene e Eugênio (Dan Stulbach), marido de Joyce.

“Ela é uma mau caráter, mas acho que a conta está muito para um lado só. É cultural, mas é até interessante a gente falar isso para quebrar esse problema de uma mulher com outra mulher”, completou.

Maria Fernanda Cândido, que também participava do café da manhã com Ana Maria, concordou com Débora e ressaltou: “O Eugênio deveria dividir essa responsabilidade com a Irene porque ele é o casado. Ela é solteira”.



Close sidebar