Em recuperação de AVC, Arlindo Cruz posa segurando o neto


© Jaqueline Borges/Divulgação


Arlindo Cruz ganhou mais um netinho, nesta segunda-feira (6). O sambista apareceu em um registro inédito segurando Ridan, o filho de Flora, sua caçula, de apenas 16 anos.

VOCÊ VIU? Filha diz que Carol Bittencourt foi lançada ao mar com cachorros

Após 5 meses, Seu Jorge reata namoro com neta de Lima Duarte

Silvio discute com Bolsonaro sobre porte de armas: “Vai virar faroeste”

Helton abusa de deboche, mas chora no “MasterChef Brasil”

“Sem dúvidas é o maior amor do mundo. Seja muito bem-vindo, minha vida”, escreveu a moça ao compartilhar um registro nas redes sociais pouco tempo após dar à luz.





O garotinho chegou ao mundo às 11h54 com 48 centímetros e 3.225 kg. Ele é fruto do relacionamento da blogueira com Alexandre Nascimento.

Arlindo Cruz, vale lembrar, sofreu um acidente vascular cerebral há dois anos. O veterano se recupera em casa e, recentemente, conseguiu se alimentar sozinho pela primeira vez após deixar o hospital.

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa