Érika Januza conta que foi confundida com empregada de ex


© TV Globo


O preconceito tem se mostrado presente não só na ficção, como também na vida de Érika Januza. A atriz, que está no ar em “O Outro Lado do Paraíso” – trama das 21h da TV Globo – contou que uma vez foi confundida com empregada de um ex-namorado.

VOCÊ VIU? Anitta canta Hino Nacional na F-1 e vira assunto: “Errou?”

Luciano Huck e Angélica podem ser dispensados da Globo

Fátima e novo namorado já tiveram ‘lua de mel’ na Europa

Clara ficará milionária e voltará vingativa em “Paraíso”

“Eu toquei a campainha e estava esperando abrirem a porta para mim, quando chegou o jornaleiro e disse: ‘Já que você está aí, entrega para o seu patrão’. Olhei para ele e disse: ‘Não é meu patrão, é meu namorado, mas pode deixar que eu entrego’. E isso não tem muito tempo”, confidenciou a intérprete de Raquel na trama de Walcyr Carrasco ao jornal “Extra”.

Vale ressaltar que nesse episódio, uma coisa que chamou atenção é que o jornaleiro era negro. “Para ver como o preconceito, muitas vezes, está no próprio negro. E, olha, eu entendo. É tanto tempo sem representatividade, tanto tempo vendo as mesmas coisas que as pessoas começam a ficar desacreditadas que podem ser diferentes, estar em posições diferentes”, justificou a atriz.

A famosa afirmou também que não deixa passar em branco ao presenciar racismo. “E, na boa, quem nunca ouviu coisas de preconceito do próprio negro? Confesso que não consigo ter essa paz de espírito e deixar para lá. Fico bem nervosa. Ao mesmo tempo, acho que a gente vem tomando mais consciência das coisas”, disse a artista.



Close sidebar