Ex-BBB Junior nega boatos de que tenha sido detido e diz: “Vou meter um processo”


© AgNews


Junior Gianetti negou os boatos de que foi preso ao tentar vender ingressos para a inauguração de uma boate em Goiânia, Goiás. O ex-BBB explicou que os pés que aparecem em uma foto publicada nas redes sociais do suposto momento do flagrante não são dele.





“Meus pés são todos tatuados. Não procede em nada. Vou meter um processo nisso aí. Tem gente falado besteira”, declarou ao “Ego”.

O ex-brother aproveitou para dizer que no momento do suposto flagra estava gravando um programa para o site da TV Globo.

Entenda



Segundo o jornal “O Dia”, Junior teria sido preso após tentar vender ingressos para a inauguração da boate “Coco”. Como a festa era fechada, o convite, em forma de boné, foi distribuído de forma seleta. E Gianetti estaria vendendo as entradas próximo ao local.