© Instagram

Ex nega pagar ‘só’ 2 salários mínimos de pensão a Fontenelle

Jonathan Costa quebrou o silêncio e resolveu se pronunciar a respeito do processo de pensão alimentícia que move contra Antônia Fontenelle na Justiça. O empresário teria ingressado com uma ação para pagar apenas dois salários mínimos à ex – cerca de R$ 1,8 mil -, para ajudar na criação de Salvatore, filho da dupla.

VOCÊ VIU? Paris Jackson quer ter a guarda do irmão caçula

Suposto depoimento de Emilly à polícia vaza na internet

Emilly tem altos gastos mesmo sem prêmio do “BBB”

“A Força do Querer”: Nonato revela segredo

“Eu vivi e senti na pele o que é ter o divórcio dos meus pais estampado em revistas e jornais. Diante dessa experiência, hoje não desejo isso para ninguém, muito menos aos meus filhos. Se me mantenho calado é para preservá-los e poupá-los, essa é minha única preocupação, não quero que cresçam com a mesma experiência difícil que tive anos atrás”, começou o artista.

E continuou: “Busco hoje, legalizar e acertar todos os direitos que cabem ao meu filho, e em uma época de tantos desafetos, brigas e julgamentos, nada é mais importante do que amor e atenção que dou a eles, sem deixar de lado minha responsabilidade financeira em relação à pensão. Valor esse, que está sendo erroneamente divulgado, visto que hoje tenho um gasto mensal de R$ 9 mil para os meus filhos. Dessa quantia, existe um valor fixo de R$4,5 mil depositado mensalmente para o Salvatore desde a separação”.

Jonathan ainda deixou claro que pretende ter uma vida tranquila ao lado do herdeiro: “E, independentemente do valor acordado juridicamente, cabe a mim e a mãe do Salvatore, tomar a frente e resolver nossos assuntos. No que depender de mim, meus filhos sempre terão o melhor. […] Quero ter a mesma relação que hoje tenho com a mãe da Maithê. Aprendi com o amadurecimento, que é muito importante para eles crescerem com uma boa relação entre os pais”.