Ex-Raça Negra foge da reabilitação e volta a morar na rua


© Record


Ex-integrante do Raça Negra, Edson Café desistiu de lutar contra o vício em drogas. O músico fugiu da clínica de reabilitação e voltou a morar nas ruas.





“Eu não volto para a clínica. Eu me mato, mas não volto para a clínica. Não aguento mais”, disse em entrevista ao “Câmera Record”, da Record, após ser encontrado novamente na rua.

VOCÊ VIU? Ator de “Vamp” é encontrado em porta de igreja no Rio

A filha do ex-pagodeiro tem tentando fazer o pai retomar o tratamento, mas o veterano segue irredutível. Cansado das investidas da família, Café voltou a mendigar por São Paulo. Ele foi encontrado dormindo em um papelão debaixo da marquise de um bar. “A rua, mesmo sofrida, me dá sensação de liberdade para tudo”, explicou.

Há três meses, a produção do programa apresentado por Marcos Hummel resgatou o artista das ruas e o convenceu se livrar do vício em uma rehab.



A derrocada do ex-Raça Negra começou em 1997, após sofrer um derrame. Com sequelas motoras, o músico acabou sendo afastado da banda pelos companheiros. “Eles disseram que não ficava bem esteticamente eu ficar no palco dançando todo torto. Não era legal para a banda”, desabafou na primeira reportagem.