Família coloca casa de Arlindo Cruz à venda por quase R$ 1 milhão


© Instagram


Após alguns impasses na Justiça, a família de Arlindo Cruz colocou uma das residências do cantor à venda, no Rio de Janeiro. O imóvel fica dentro de um condomínio, no Recreio.





VOCÊ VIU? Anitta e Pedro Scooby se separam após três meses de romance

Cleo rebate seguidores após ser chamada de “gorda”

Rodrigo Bocardi revela aversão inusitada na TV: “Fresco”

Filho de Chaves vai às lágrimas ao ver musical sobre seu pai

Segundo a colunista Fábia Oliveira, do jornal “O Dia”, a casa está sendo oferecida por R$ 800 mil. Apesar de ficar em uma área nobre, não é considerada propriamente como luxuosa.

Ainda assim, o espaço conta com suíte, banheira de hidromassagem, closet, piscina e churrasqueira. No ano passado, o mesmo condomínio havia processado o artista em R$ 40 mil pela falta de pagamento da administração. No entanto, os responsáveis decidiram voltar atrás.

Em 2017, Arlindo sofreu um AVC – acidente vascular cerebral. Desde então, ele vive acamado.

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa

  • © Divulgação

    Arlindo Cruz é um premiado cantor de samba e pagode. Em março de 2017, o artista foi internado no Rio de Janeiro após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Mais de um ano depois, em julho de 2018, deixou o hospital para dar continuidade ao tratamento em casa