Filhas de Gugu Liberato defendem a mãe e acusam tia de mentir


© Instagram


Filhas de Gugu Liberato, Marina e Sofia resolveram se posicionar contra a tia, Aparecida Liberato, na briga sobre o reconhecimento da união estável entre o pai e Rose Miriam. Além de garantirem que os dois, de fato, mantinham uma relação, as gêmeas ainda acusaram Aparecida de mentir para elas.

“Minha tia e os advogados dizem que minha mãe não tinha uma união estável com meu pai, mas eles tinham, sim. Nós éramos uma família e só quem sabe a verdade somos nós”, garantiu Sofia, em vídeo divulgado pelo colunista Leo Dias.

E prosseguiu: “Eu não sei por que eles não reconhecem minha mãe como companheira do meu pai, porque eu reconheço”.

As jovens ainda disseram que o advogado contratado por Aparecida e que, supostamente, deveria assisti-las também, não passava informações acerca do processo e não as quis ouvir a respeito da possível união estável.

Por essa razão, as gêmeas decidiram pedir a emancipação e contratar um profissional que realmente pudesse expor sua versão.

Acerca da defesa da família de Gugu Liberato, Marina afirmou: “Antes, eles queriam conversar comigo. Mas quando eu discordei deles, não quiseram mais. Eles falaram que nunca vão aceitar que minha mãe era a companheira do meu pai e que era para a gente não se meter em nada”.

Sobre a tia, as jovens disseram que se sentiram enganadas. “A gente achava que ela mentia para a gente às vezes, mas a gente não tinha esses fatos. E hoje a gente descobriu que era verdade, que ela realmente estava mentindo para a gente.”

Nos documentos do processo do caso, as adolescentes falaram sobre o fato de o irmão mais velho, João, estar do lado da família do pai. Para elas, o rapaz foi claramente manipulado e influenciado por Aparecida Liberato, uma vez que ele se encontra em um momento bastante vulnerável desde o falecimento do pai.

Vale lembrar que Gugu Liberato morreu em novembro de 2019, aos 60 anos de idade, após despencar de uma altura de quatro metros em sua mansão, em Orlando, nos Estados Unidos.

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos



Close sidebar