Giovanna Ewbank e Gagliasso trazem criança adotada na África


  • © Snapchat
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


Ao que tudo indica, a família de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank cresceu! Isso porque, na noite da última quarta-feira (6), Gian Luca Ewbank, irmão da atriz, postou em seu perfil no Instagram uma foto de uma garotinha, que teria sido adotada pelo casal recentemente. Na imagem, a criança apareceu sentada dentro do carro, usando óculos escuros e com um modelito todo estiloso.





VOCÊ VIU? Giovanna Antonelli e Bruno Gagliasso gravam cenas de “Sol Nascente” em São Paulo

Na legenda do registro, o rapaz escreveu: “O anjo da família chegou. Bem vinda, Titi. Nós te amamos”.

No post, Gian ainda marcou os perfis da irmã, do cunhado, da namorada – Giovanna Lancelloti – e de seus pais. Outra pista de que a menina entrou para a família dos artistas é o cabelo loiro que aparece bem no cantinho da imagem, que seria da bela.

Não demorou muito para que a publicação recebesse uma enxurrada de comentários. Além dos fãs, Bruno e Giovanna também se manifestaram. Enquanto o bonitão postava vários coraçõezinhos e uma mão agradecendo, a atriz fez uma declaração à pequena: “Amor da minha vida”.



Deborah Ewbank, mãe de Giovanna, foi direta e disparou: “Amor da vovó”. Lancelloti, então, completou dizendo que Titi é a ‘princesa da tia Gi’.



De acordo com o “Ego”, Giovanna e Gagliasso teriam adotado uma menina de 2 anos de idade na África. O ator e a repórter do “Vídeo Show”, da TV Globo, foram ao Malaui, no Sul da África, em 2015, para apoiar uma ONG que envia donativos para crianças carentes da qual a famosa veio a se tornar embaixatriz.

Na ocasião, a dupla teria dado entrada no processo de adoção e neste ano e teriam recebido a permissão para adotar a criança.

Apesar dos indícios, a assessoria de imprensa de Bruno negou a informação.