Glenda Kozlowski se despede do filho mais velho: “Difícil”


© Instagram


Glenda Kozlowski se despediu do filho, Gabriel, em um post nas redes sociais, nesta quinta-feira (29). O rapaz deixará o Brasil para viver em Portugal, onde se dedicará aos estudos.





VOCÊ VIU? Cleo rebate seguidores após ser chamada de “gorda”

Aos 18 anos, Larissa Manoela se despede de “Poliana”

Agno levará outro fora após ser rejeitado por Rock em “Dona”

Paulo Gorgulho volta à Globo após 16 anos

“A foto não é das melhores, mas isso pouco importa. E lá vai meu filho mais velho. Deixar os filhos viverem suas vidas é um momento difícil para qualquer mãe. Por receio dos perigos do mundão ou até mesmo por egoísmo de não tê-lo mais embaixo das suas asas”, escreveu a jornalista.

No texto, a comunicadora também afirmou que, apesar de estar longe, continuará cuidando do jovem, de 23 anos. “Eles sabem que podem sempre contar fisicamente, emocionalmente, financeiramente, espiritualmente comigo. Meu colo, meu abraço, meus conselhos, minha casa e meu amor estão sempre à disposição. Mas precisam ir. Cada partida algumas lágrimas, coração apertado, mas cada partida significa que ele está bem. Feliz. E, se ele está assim, eu também estou. É um grande prazer ver o meu bebê descobrir o mundo”, completou.

A repórter esportiva, vale ressaltar, também é mãe de Eduardo, de 13 anos.

View this post on Instagram

A foto não é das melhores, mas isso pouco importa!. . E lá vai meu filho mais velho…. . Deixar os filhos viverem suas vidas é um momento difícil pra qualquer mãe!! Por receio dos perigos do mundão ou até mesmo por egoísmo de não tê-lo mais embaixo das suas asas. . Gabriel escolheu morar e estudar em Portugal.. . E assim foi… e toda ida… é um pedacinho meu que vai junto… . Mas sempre me preocupei com a independência emocional dos meus filhos. E sempre respeitei o momento deles. Em toda fase do crescimento humano temos um momento nosso. . {do brincar de carrinho ao ir embora} . e cada um deles é necessário “deixar” ser vivido. São nestes momentos que eles fazem as suas descobertas e começam a amadurecer suas escolhas e viver suas consequências. . Cada vez mais, vejo a importante de se aprender a escolher.. parece bobo, mas o que começa com escolhas banais – carrinho azul ou verde ? – vira – engenheiro ou jornalista? – deixou de ser banal, não é? . Nunca desejei filho meu agarrado, sem saber o que fazer e nem pra onde ir.. . Criar uma criança pra que ela se torne um adulto seguro e independente é equilibrar o deixar ir.. deixar descobrir… deixar fazer… deixar conhecer… deixar aprender.. com o não, de jeito nenhum. . A super proteção é devastadora, na adolescência então, nem se fala!.. . A proteção precisa “ser” o “AMOR” e a “QUALIDADE” dos estar juntos. Do “viver” as experiências juntos.. . Eles sabem que podem SEMPRE contar fisicamente, emocionalmente, financeiramente, espiritualmente comigo.. . Meu colo, meu abraço, meus conselhos, minha casa, meu amor está sempre à disposição!!!. . Mas precisam ir… Cada partida.. algumas lágrimas… coração apertado.. 😓 … mas cada partida… significa que ele está bem. Feliz. E se ele está assim… eu também estou. É um grande prazer ver o meu bebê descobrir o mundo… . @morangosvermelhos Gabriel, mamãe te ama. Deus está sempre com você. E o seu anjo da guarda te protegendo! Só não exagera pra não deixá-lo cansado! Pelo amor de Nossa Senhora!! Tenha juízo!! . Os dois riem.. pra esconder o choro! Kkkkkkkkk . . A vida segue seu fluxo.. . . O menor, mãe quero um tênis novo. Pé cresceu!gargalhadas!!

A post shared by glendakozlowski (@glendakozlowski) on