Gretchen relembra perda de filho: “Ele morreu no meu braço”


  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Divulgação/AgNews
  • © Instagram
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter


Durante relato emocionante em seu canal no YouTube, nesta sexta-feira (21), Gretchen relembrou a perda de Rafael, seu filho de dois dias de vida que nasceu prematuro.





VOCÊ VIU? Alvo constante de críticas, Gretchen faz desabafo na web

“Deixaram eu pegar meu bebê e ele morreu no meu braço. Foi uma coisa muito difícil de superar”, contou a famosa.

A artista também deu detalhes da gestação – que era de gêmeos. “Eu tive uma gravidez muito difícil, foi uma época da minha vida em que eu estava financeiramente muito mal. Ninguém ficou sabendo porque eu também nunca deixei ninguém saber dessa parte particular minha. Eu passei muita dificuldade nessa época da minha vida. Sozinha em São Paulo, sem ter onde morar. […] Eu tinha me separado porque meu marido era alcoólatra”, disse.

E continuou: “Os bebês nasceram prematuros por causa de todo esse problema, das dificuldades que eu tive. Com dois dias de nascido, o Rafael pegou uma infecção hospitalar. Com dois dias ele veio a falecer”.



A dona do hit “Conga, Conga, Conga” destacou que o falecimento da criança foi traumático. “Foi uma coisa muito difícil para mim. Essa perda desse bebê foi uma coisa muito difícil.”



Contudo, a veterana garantiu que arrumou forças para seguir em frente. “Por mais difícil que seja a situação que a gente passe na vida, a gente tem que superar e ir para frente.”

A cantora ainda aproveitou para mandar uma mensagem de apoio a outras mães que passaram pela mesma tragédia. “Se você não teve esse bebê é porque o momento dele na Terra era só aquele. Porque ele era tão especial, tão especial, e veio tão perfeito, que ele só tinha que estar naquele momento ali pra poder ensinar a gente a ultrapassar essas coisas e ser forte”, opinou.

Por fim, a artista avaliou: “Os filhos não são nossos. Deus os dá para a gente emprestado”.

Rafael era gêmeo de Gabriel – herdeiro da morena que atualmente mora nos Estados Unidos. Além da dupla, Gretchen também é mãe de Thammy, Décio, Jennifer, Sérgio, Giulia e Valentina.