Hickmann fala pela primeira vez sobre atentado: “Triste”


  • © AgNews
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


Neste domingo (22), Ana Hickmann se pronunciou pela primeira vez, após sofrer tentativa de homicídio no último sábado (21), em Belo Horizonte, Minas Gerais.

VOCÊ VIU? Morte de ‘fã’ de Ana Hickmann será investigada como legítima defesa

Por meio de sua assessoria de imprensa, a apresentadora do “Hoje em Dia”, da Record, disse estar muito abalada com o ocorrido.

“Nunca pensei que isso poderia acontecer. Nunca pensei que o ser humano fosse capaz disso. Foi terrível. Estou profundamente abalada e triste. Só peço que todos rezem por minha cunhada para que ela se recupere logo”, declarou ao “Ego”.

A apresentadora voltou para casa, em São Paulo, depois das 22h da noite de ontem, após prestar depoimento no Departamento de Investigação e Homicídios e Proteção à Pessoa da capital mineira.

Entenda o caso

A loira sofreu um atentado de Rodrigo de Pádua, homem que se dizia ser ‘fã’ dela, em um hotel onde estava hospedada em Belo Horizonte. O rapaz fez o cunhado da famosa, Gustavo Corrêa, de refém e o obrigou a leva-lo até o quarto de Ana. A artista estava acompanhada de sua cunhada, Giovana Oliveira, no momento da confusão.

Chegando ao local, Pádua atirou duas vezes em direção a Ana, porém, acabou atingindo Giovana no braço e na barriga. Gustavo iniciou uma briga corporal com o indivíduo e a arma acabou fazendo três disparos contra Rodrigo, que morreu no local.

O caso será investigado como legítima defesa de Gustavo.



Close sidebar