Homem assume culpa por incitar ataque ao príncipe George


© Divulgação/Palácio de Kensington


Um homem declarou-se culpado, na última quinta-feira (31), perante o tribunal de Londres, na Inglaterra, de várias acusações de terrorismo. O britânico, Husnain Rashid, de 32 anos, assumiu que chegou a incitar um ataque jihadista contra o príncipe George.





VOCÊ VIU? Após denúncias, Giselle Itié volta a postar fotos nua; veja

Morre médium e apresentador Luiz Gasparetto, aos 68 anos

Isis Valverde é alvo de crítica: “Só assim para ter peito”

Ex-BBB Lucas detona página na web após notícia falsa

Segundo “Uol”, o rapaz, que tinha dito ser inocente, surpreendeu a Corte de Woolwich ao admitir três crimes, cometidos entre outubro de 2016 e em abril deste ano.

O militante disse ter usado um aplicativo de mensagens para encorajar um atentado contra o herdeiro do trono inglês.

De acordo com os promotores do caso, o militante havia encorajado oato ao postar uma foto do filho de William e Kate Middleton junto com dois combatentes jihadistas mascarados.



O juiz afirmou que anunciará a sentença em 28 de junho, e avisou que Rashid receberá uma longa condenação e pode até pegar prisão perpétua.