Integrante da banda Fly é acusado de racismo e rebate: “Cala a boca e vai ser feliz”


© Instagram


Caíque Gama, da banda teen Fly, se tornou alvo de crítica por conta de um comentário considerado racista. O cantor respondeu sobre visual feminino e causou polêmica ao falar que tranças são “uma salvação para quem tem cabelo ruim”.

A entrevista à revista “Atrevida” foi veiculada em janeiro, mas só teve repercussão no último fim de semana. No Facebook, os internautas ficaram revoltados com o comentário do adolescente.

“Amo meu cabelo de tranças, black power, preso, armado… de qualquer jeito. Ele é lindo e bom. Ruim é esse preconceito e machismo que vocês estão espalhando no meio da garotada”, disse uma jovem. “Era fã, mas peguei nojo na hora. Injúria racial e discriminação, crimes de ódio, são inafiançáveis”, disparou outra.

O rapaz, então, resolveu se defender da polêmica em seu Twitter. “Já vem gente que não sabe nada sobre minha vida, sobre meus amigos, me chamando de racista. Lava sua boca para falar de mim. ‘Nego’ [sic] interpreta as coisas e leva pra maldade pra ter motivo pra me xingar. Ah, que preguiça. Se ofendeu alguém, falei em tom de brincadeira. Eu acho lindo quem usa trança, quem assume o black power, se eu tivesse, usaria, então cala a boca e vai ser feliz. Em vez de ficar procurando motivo para arrumar confusão e discórdia e se sentindo mal por isso, você está sendo racista com você mesmo.”

O músico, inclusive, disse que sofre preconceito por ser branco. “Racista é quem vem nas minhas fotos me chamando de branquelo, azedo. Você não conhece minha raiz, você não conhece minha família, você não sabe nada sobre minha vida. Tudo o que sabe é uma declaração mal colocada e mal interpretada. Isso é bem mais sério do que podem imaginar. Fica aqui meu pedido de desculpas aos que se sentiram ofendidos. Com certeza não era essa a intenção. Jamais imaginei que uma frase pudesse causar tanta discussão e caos”.

Em nota oficial, a publicação afirmou que o entrevistado não teve intenção de ser preconceituoso, mas pediu desculpas àqueles que se sentiram ofendidos. “Entendemos que a expressão ‘cabelo ruim’, dita pelo cantor Caíque Gama, não é uma referência ao cabelo afro, mas sim à conhecida expressão ‘bad hair day’, ou seja, aquele dia em que o cabelo está rebelde.”



Close sidebar