Jornalista é apontada como pivô de término de Luiza Brunet e dispara: “Ela passou o recibo de insegura”


© Divulgação


Fernanda Alves, de 40 anos, foi apontada como pivô do fim de namoro de três anos de Luiza Brunet e o empresário Lírio Parisotto. Tudo porque o empresário começou a seguir e curtir fotos da jornalista no Instagram. A modelo ficou irritada e colocou um ponto final na união.

A paulista se defendeu das acusações e chegou a criticar a postura de Brunet. “As pessoas estão falando que eu sou o pivô da separação dos dois. Eu não acredito que um relacionamento acabe por conta de uma curtida no Instagram. Eu acredito que a relação deles já não estava bem, e em cima disso houve mais esse problema. Porque não é possível que uma mulher de 53 anos termine uma relação porque o marido dela curtiu uma foto. Já imaginou se todas as mulheres bloquearem a Luiza porque os seus maridos curtiram as fotos que ela posta? Ela fica sem seguidores. A Luiza passou recibo de insegura”, disse ao jornal “Extra”.

A paulista, que foi capa da “Sexy” de outubro, disse que chegou a ser bloqueada por Brunet na rede social. Lírio, por sua vez, a procurou e os dois trocaram telefones.

“Ele veio me pedir desculpas e me parabenizou pelo meu trabalho. Até então, eu nunca tinha falado com ele. Trocamos telefone e começamos a conversar, em cima desse tema, por WhatsApp. Falamos de como tudo o que estava acontecendo era desagradável. Ele disse que estava indo viajar e que gostaria de tomar champanhe comigo. Não sei se ele azarou, mas acho que ele quis ser delicado com a situação”, explicou.

A jornalista recusou o convite e cortou todas as formas de entrar em contato com o empresário. “Quando eu vi que o negócio estava tomando uma proporção absurda, eu acabei bloqueando ele e todo mundo do meu Instagram, e fechei minha conta. Bloqueei ele, Luiza, a filha de Luiza, a família dela inteira, e nunca mais falei com o Lírio. Eu acho que não tem necessidade. Me envolvi em algo que eu não busquei. Eu sou inocente nessa história. Não tenho e nunca tive nada com o Lírio. Nem o conheço pessoalmente”.



Close sidebar