Juliana Caldas sobre preconceito por altura: “Constrangedor”


© Instagram


Escalada para “O Outro Lado do Paraíso”, novela na fila para a faixa das 21h da Globo, Juliana Caldas está quebrando estereótipos. Com 1,22 mt, a atriz interpretará a personagem Estela, rejeitada pela própria mãe – papel de Marieta Severo – por causa do nanismo.

VOCÊ VIU? Leonardo dá declaração polêmica e deixa Faustão sem graça

Xuxa constrange Lexa ao expor momento íntimo com bailarino

Internauta diz que Zilu “não é santa” e Graciele comemora

Convidados não comparecem ao casamento de Glenda Kozlowski

“Ela não sabe lidar com a situação, não adapta nada da casa e manda a filha estudar no exterior para ficar bem longe. Um dia, Estela chega de surpresa e passa a ter um embate com a mãe”, adiantou ao jornal “O Globo”.

Em sua primeira novela na emissora, a artista confessou: “Minha ficha demorou muito a cair. Não tive muita reação no começo. Estava feliz, claro, mas tentando entender tudo. É uma mistura de euforia e medo”.

“Desejo que um pai e uma mãe ensinem a seus filhos que é feio ter preconceito. Não estou falando só de mim. Vou estar dando voz também aos outros pequenos”, lembrou.

Na vida pessoal, Juliana garantiu que não passa pelas mesmas situações que a personagem. Contudo, sente o preconceito apenas nas ruas. “Uma vez, fui comprar ingresso de um show e pedi um bilhete para a área de deficientes, mas a pessoa não quis me vender. Foi constrangedor.”



Close sidebar