Juliana Paes sobre vida sexual: “Às vezes só pego no tranco”


  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © TV Globo
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © Divulgação/Juliana Rezende
  • © Divulgação/Juliana Rezende
  • © Divulgação/Juliana Rezende
  • © Divulgação/Juliana Rezende
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Divulgação/TV Globo
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © Divulgação
  • © TV Globo
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


Juliana Paes abriu o jogo e revelou detalhes sobre vida sexual. A atriz, que interpreta Bibi Perigosa em “A Força do Querer” – trama das 21h da TV Globo, afirmou que a única coisa que a faz perder a vontade de fazer sexo é grosseria masculina.

VOCÊ VIU? Na Record, Marcos Härter critica a Globo e comenta agressão

Acusado de abusar dos enteados, noivo de ex-BBB é inocentado

Afundado em dívidas, Rodriguinho faz desabafo na web

Pai babão! Michel Teló mostra primeiro encontro dos filhos

“Se eu estiver muito cansada, transar me relaxa. Mas, se alguém foi ríspido comigo de manhã, pode ter certeza de que não vai me comer de noite”, declarou à revista “GQ”.

Ao ser questionada se ainda existe vida sexual após 13 anos de união e dois filhos, a artista disparou: “Existe, mas às vezes eu só pego no tranco. Eu gosto do jogo erótico, não necessariamente sexual. Será que homem entende isso?”.

A bela tem 38 anos de idade, é casada com empresário Carlos Eduardo Baptista e mãe dos pequenos Pedro e Antônio.

Na pele de Bibi

Ju Paes afirmou que está colhendo os frutos do sucesso de sua atual personagem na novela de Gloria Perez. Segundo ela, as pessoas a param na rua o tempo para lhe dar conselhos.

“A Bibi é uma personagem complexa. Ela é compulsiva, doentia, sofre da patologia de ser necessária para o homem dela. Fico pensando: se o meu marido entrasse no ilícito, virasse marginal, será que eu sairia sem antes tentar resolver? Não sei”, disse.



Close sidebar