Justiça não aceita ação da mãe de Gabriel Medina contra nora


© Instagram


A Justiça julgou como improcedente o processo aberto por Simone Medina, mãe de Gabriel Medina, contra Bruna – sua nora e esposa de Felipe, seu outro filho -, nesta semana.

CONFIRA MAIS: Veja Juju Oliveira antes do silicone industrial no rosto

Descubra por onde andam os apresentadores que sumiram da TV

De acordo com o colunista Leo Dias, o magistrado avaliou a ação como um conflito familiar, não um caso para ser avaliado pelo judiciário

“Pela análise das provas produzidas, evidencia-se que não houve lesão aos direitos da personalidade da autora, uma vez que não foram proferidas ofensas em seu desfavor pela requerida, sendo que sequer o nome da autora fora mencionado, circunscrevendo-se a sua fala em típica manifestação do pensamento livre em sociedade democrática, inexistindo danos morais capazes de ensejar uma condenação, não tendo o descontentamento manifestado pela requerida na rede social ultrapassado os parâmetros da razoabilidade”, definiu o juiz.

E destacou: “De igual modo, no que tange ao pedido de retratação, uma vez que as publicações já foram excluídas e datam de meses atrás, é certo que eventual retratação só reavivaria e daria maior, tardia e inoportuna publicidade às postagens debatidas nesta ação, razões pelas quais também deixo de acolher tal pedido”.

A matriarca havia procurado a Justiça para que Bruna fosse obrigada a se retratar publicamente por ter dito que foi expulsa da casa em que morava – que pertence a Simone -, além de exigir uma indenização da nora. Ambas as solicitações foram negadas.

Além da animosidade com o filho Felipe e Bruna, Simone Medina também está com relações cortadas com Gabriel Medina e Yasmin Brunet, esposa do herdeiro.

(Felipe Medina e Bruna Medina)



Close sidebar