Kanye West é processado por suposto roubo de tecnologia


© Instagram


O marido de Kim Kardashian, Kanye West, está sendo processado pela empresa MyChannel Inc por supostamente ter roubado sua tecnologia e serviços após uma parceria de 6 meses que nunca foi paga.

VOCÊ VIU? “Sob Pressão – Plantão Covid” começa a ser gravada

Carlinhos Maia compra Ferrari de R$ 2,3 milhões e comemora

Karina Bacchi sobre filhos com Amaury: “Faria um por ano”

Gio Ewbank entrevista Katy Perry: “Álbum e bebê neste mês”

Segundo o site “TMZ”, os representantes da empresa afirmam que fizeram um acordo em 2018 no valor de 10 milhões de dólares para investir em novas tecnologias e projetos de marketing para a linha de roupas do rapper, Yeezy, e para o Sunday Service.

Segundo os advogados da empresa, os funcionários da MyChannel trabalharam cerca de 10 mil horas em seis meses, além de terem mudado o escritório de lugar duas vezes a pedido do rapper e terem investido cerca de 7 milhões de dólares em marketing da Yeezy.

Após esse período, o rapper encerrou as relações com a empresa, mas continuou usando a tecnologia desenvolvida especialmente para o Sunday Service. A MyChannel está pedindo 20 milhões de dólares por danos no processo, cerca de R$ 110 milhões.



Close sidebar