Kim Kardashian é acusada de racismo por look de Halloween


  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


Em clima de Halloween – celebrado nos Estados Unidos na próxima terça-feira (31) -, Kim Kardashian resolveu se fantasiar de Aaliyah – artista que morreu em um acidente de avião, em 2001, aos 22 anos de idade. No entanto, a ‘criatividade’ da socialite acabou gerando polêmica e a esposa de Kanye West foi muito criticada nas redes sociais.

VOCÊ VIU? Grávida, Patricia Abravanel cai ao vivo no palco do Teleton

Jacqueline Brazil estreia no “JN” e faz sucesso na web

Maria Ribeiro é agredida por segurança de bar na Espanha

Geraldo Luis sonha com Marcelo Rezende e desabafa: “Saudade”

“Lendária ou não, Aaliyah é uma mulher negra e você não. É ofensivo e você não deve passar desse limite, mas ok…”, escreveu um seguidor. “É ofensivo porque a garota está morta e você não pode fazer uma homenagem dessa quando você é armênia apenas usando seu figurino como uma fantasia. Esse é o problema”, destacou outro internauta.

Apesar disso, os outros looks da morena para o Dia das Bruxas foram bastante elogiados. Ao se fantasiar de Cher, no fim de semana, a socialite ganhou a aprovação até da ‘versão original’. “Acordei para ver você fantasiada. Está linda, minha irmã americana. um sonho indiano”, se derreteu Cher no Instagram.

No último domingo (29), a mãe de North e Saint também encarnou Madonna. Ao seu lado, a irmã Kourtney se fantasiou de Michael Jackson para que, juntas, elas pudessem recriar o famoso visual do Rei e da Rainha do Pop no Oscar de 1991.



Close sidebar