Leo Dias ofende Anitta e se intitula como “gay machista”


© SBT


A polêmica entre Leo Dias e Anitta ganhou mais um capítulo. O colunista voltou a atacar a cantora e, desta vez, pegou pesado em suas palavras. Ele também afirmou que foi usado pela funkeira ao escrever a biografia “Furacão Anitta”, lançada em março de 2019, e disse que pediria desculpas para as pessoas que citou no livro.

VOCÊ VIU? Ator mirim, de “This Is Us”, relata episódios de racismo

Malvino Salvador aposta que esposa está grávida de menino

Thiaguinho parabeniza a ex-esposa Fernanda Souza: “Amo você”

Silvio Santos deve voltar a gravar no SBT apenas em 2021

“Fui usado por uma vagabunda funkeira e carioca. Vagabunda! Eu não falo no sentido sexual. Eu falo vagabunda no sentido ético. Vagabunda no sentido sexual eu acho interessante”, afirmou o colunista, em entrevista ao jornalista Rica Perrone, no YouTube.

Ao longo da conversa, Leo Dias se intitulou como um “gay machista”. O colunista negou que tenha sido proibido pela Justiça de citar o nome da Anitta.

“Eu vivo no Brasil, nenhum juiz vai me impedir de falar um nome de alguém. Isso é censura e não vai ser essa funkeira suburbana que vai conseguir isso de mim”, disparou.

 



Close sidebar