Luana Piovani perde 1ª batalha em processo contra o “Pânico”


  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


Luana Piovani perdeu a primeira batalha no processo que move contra a Band e integrantes do “Pânico”. O juiz Daniel Vianna Vargas, da 28ª Vara Cível do Rio de Janeiro, determinou, no último dia 30, que a ação seja julgada em São Paulo, cidade onde moram os réus.

VOCÊ VIU? Neymar faz desabafo em foto de Bruna e ganha resposta genial

Na web, Susana Werner chora e detona Julio Cesar: “Egoísta”

Abuso no “Big Brother Brasil 18”: Está rolando ou não?

Autor mata personagens de “O Outro Lado” por ordem da Globo

Apesar de tudo correr em segredo de Justiça, a decisão do magistrado alegou declínio de competência acerca do caso, ou seja, que não cabe a Vargas julgar, segundo “Notícias da TV”.

Apesar da perda inicial, o advogado da famosa, Ricardo Brajterman, informou que ficou feliz com a transferência de cidade: “No Rio, o processo simplesmente não andava. Ficou parado de outubro de 2016 até outubro de 2017. Na ocasião, não tivemos outra alternativa senão fazer uma reclamação na Corregedoria”.

Para quem não se lembra, Luana abriu o processo contra a atração e 4 integrantes do elenco – Rodrigo Scarpa (o Repórter Vesgo), o apresentador Emílio Surita, o diretor Alan Rapp e o produtor Marcelo Picon. Após ser abordada na praia, no Rio de Janeiro, a atriz acusou os humoristas de “assustar e violentar mentes sem motivo”. O litígio que corre na Justiça é por danos morais.



Close sidebar