Luana Piovani relembra agressão a paparazzo: “Me seguia”


  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


Luana Piovani decidiu abrir o jogo sobre algumas questões de sua vida. Sempre polêmica, a loira relembrou, nesta sexta-feira (27), o caso de agressão contra um paparazzo e revelou que seria capaz até de matar por seus filhos.

VOCÊ VIU? Ana Maria com câncer e tiros em casa de famosos; veja mais!

Fraude no “The Voice” e morte de artistas; veja os destaques

Marquezine rebate crítica a look: “Combina com quem sou”

“Paraíso”: Gael briga com Clara porque ela comprou celular

“Estava voltando da praia com uma amiga, o paparazzo estava me seguindo tão perto que era capaz de ouvir ele narrando com ironia enquanto me filmava. Uma hora virei pra trás e saí que nem uma locomotiva em direção daquele embuste, peguei a câmera e a joguei no chão”, relatou em um vídeo publicado em seu canal no YouTube.

E completou: “Consegui ter o discernimento de não socar a cara dele”.

Já sobre os herdeiros, a famosa não hesitou em afirmar o que seria capaz de fazer, caso prejudicassem seus pequenos. “Matava por eles. É uma coisa que não consigo me imaginar tirando a vida de alguém, mas consigo imaginar se fizessem alguma coisa que agredisse um filho meu”, garantiu.

Vale ressaltar que a loira é mãe de Dom, de 5 anos, e dos gêmeos Bem e Liz, de 2, frutos de seu casamento com o surfista Pedro Scooby.



Close sidebar