Luciano Huck atola carro na lama após enxurrada em MG


© Instagram


Luciano Huck enfrentou momentos de tensão, na última quinta-feira (7), durante sua passagem por Esmeralda, em Minas Gerais. O apresentador teve que lidar com o forte temporal do local.





VOCÊ VIU? Repórter da GloboNews é interrompida com palavrão ao vivo

“Lady Night” corta menção de Bruna Marquezine a Neymar

Pabllo Vittar é cobrada na Justiça por dívida de apartamento

Humorista do SBT é criticado por zoar acidente da Chapecoense

Nas redes sociais, o famoso contou ter passado por maus bocados por causa da chuva. Isso porque ele teve o carro atolado na lama enquanto a enxurrada não passava.

Em vídeo, o comunicador se mostrou preocupado com a situação ao lado de sua equipe. “Não vai sair nunca, gente!”, disse apreensivo na gravação.

“Olha só o que está chovendo agora! Nós saímos do Rio, que choveu horrores ontem, viemos para Minas e está igual. Igual não está, mas está chovendo”, completou.



Algumas horas depois, quando o fluxo de água e barro já estava menor, Huck conseguiu deixar a área. Ao que tudo indica, parte das filmagens será mostrada no “Caldeirão”, da Globo.



  • © Instagram

    Aos 22 anos, Luciano Huck se tornou locutor de um programa na rádio 89 FM. No ano seguinte, estreou na TV, na atração de Otávio Mesquita, na CNT Gazeta. Em 1996, se tornou apresentador do programa “H”, na Rede Bandeirantes. Em 2000, foi para a Globo, onde permanece até hoje

  • © Instagram

    Aos 22 anos, Luciano Huck se tornou locutor de um programa na rádio 89 FM. No ano seguinte, estreou na TV, na atração de Otávio Mesquita, na CNT Gazeta. Em 1996, se tornou apresentador do programa “H”, na Rede Bandeirantes. Em 2000, foi para a Globo, onde permanece até hoje

  • © Instagram

    Aos 22 anos, Luciano Huck se tornou locutor de um programa na rádio 89 FM. No ano seguinte, estreou na TV, na atração de Otávio Mesquita, na CNT Gazeta. Em 1996, se tornou apresentador do programa “H”, na Rede Bandeirantes. Em 2000, foi para a Globo, onde permanece até hoje

  • © Instagram

    Aos 22 anos, Luciano Huck se tornou locutor de um programa na rádio 89 FM. No ano seguinte, estreou na TV, na atração de Otávio Mesquita, na CNT Gazeta. Em 1996, se tornou apresentador do programa “H”, na Rede Bandeirantes. Em 2000, foi para a Globo, onde permanece até hoje

  • © Instagram

    Aos 22 anos, Luciano Huck se tornou locutor de um programa na rádio 89 FM. No ano seguinte, estreou na TV, na atração de Otávio Mesquita, na CNT Gazeta. Em 1996, se tornou apresentador do programa “H”, na Rede Bandeirantes. Em 2000, foi para a Globo, onde permanece até hoje

  • © Instagram

    Aos 22 anos, Luciano Huck se tornou locutor de um programa na rádio 89 FM. No ano seguinte, estreou na TV, na atração de Otávio Mesquita, na CNT Gazeta. Em 1996, se tornou apresentador do programa “H”, na Rede Bandeirantes. Em 2000, foi para a Globo, onde permanece até hoje

  • © Instagram

    Aos 22 anos, Luciano Huck se tornou locutor de um programa na rádio 89 FM. No ano seguinte, estreou na TV, na atração de Otávio Mesquita, na CNT Gazeta. Em 1996, se tornou apresentador do programa “H”, na Rede Bandeirantes. Em 2000, foi para a Globo, onde permanece até hoje

  • © Instagram

    Aos 22 anos, Luciano Huck se tornou locutor de um programa na rádio 89 FM. No ano seguinte, estreou na TV, na atração de Otávio Mesquita, na CNT Gazeta. Em 1996, se tornou apresentador do programa “H”, na Rede Bandeirantes. Em 2000, foi para a Globo, onde permanece até hoje

  • © Instagram

    Aos 22 anos, Luciano Huck se tornou locutor de um programa na rádio 89 FM. No ano seguinte, estreou na TV, na atração de Otávio Mesquita, na CNT Gazeta. Em 1996, se tornou apresentador do programa “H”, na Rede Bandeirantes. Em 2000, foi para a Globo, onde permanece até hoje

  • © Instagram

    Aos 22 anos, Luciano Huck se tornou locutor de um programa na rádio 89 FM. No ano seguinte, estreou na TV, na atração de Otávio Mesquita, na CNT Gazeta. Em 1996, se tornou apresentador do programa “H”, na Rede Bandeirantes. Em 2000, foi para a Globo, onde permanece até hoje