Maisa, Anitta e diversos famosos apoiam criminalização da homofobia


© Instagram


O julgamento do Supremo Tribunal Federal sobre a criminalização da homofobia tomou conta das mídias sociais, nesta quarta-feira (13). Diversos famosos se manifestaram sobre essa possível lei, que tornará crime qualquer agressão contra trans e homossexuais.





VOCÊ VIU? Aos 39 anos, morre Deise Cipriano vítima de câncer no fígado

Sandra Annenberg diz que soube da morte de Boechat ao vivo

MC Mirella é detonada na web após sensualizar em escola 

Após rejeitar filha, Latino é acusado de dever pensão alimentícia

“Por todas as vidas, pelo amor, pela tolerância, pelo respeito. Vamos fazer desse um país de todos… ninguém merece viver com medo de amar. Homofóbicos podem dar unfollow, até agradeço”, escreveu Maisa Silva no Twitter.



Pabllo Vittar foi breve nas palavras: “É crime”.

Com grande parte de seu público sendo LGBT, Anitta também comentou o assunto. “Estou aqui torcendo para que isso aconteça. Pode mudar a vida de muita gente. Pensamento positivo, tomara que dê tudo certo, vamos para frente, mais uma evolução”, disse a cantora.

Outra que também defendeu a aprovação da lei foi a atriz Kéfera Buchmann: “O estado é laico e temos que pensar no bem de todos, vivemos em uma sociedade que privilegia o privilegiado. Independente da sua crença, não queira que o preconceito continue existindo. Estaremos resistindo daqui”.

“Respeito não é questão de opinião. É justiça”, destacou Tata Werneck.