Manu Gavassi dispara: “O título de influenciadora me incomoda”


© Instagram


Terceira colocada no “Big Brother Brasil 20”, Manu Gavassi revelou que não gosta de ser intitulada como influenciadora digital. Ela possui 15,5 milhões de seguidores no Instagram e 5,8 milhões no Twitter. A cantora comentou que deseja ter uma relação diferente com a sua audiência, com destaque para a troca de ideias e não uma influência vazia.





VOCÊ VIU? Najila e Prior dependem da Justiça para integrar “A Fazenda”

Babu Santana viverá um policial em “Salve-se Quem Puder”

Stênio Garcia desmente estar vivendo na “extrema pobreza”

Ex da mãe de Neymar Jr. promete processos por difamação

“Eu não quero influenciar ninguém a nada. Isso faz parecer que estou sendo oportunista, que estou influenciando alguém a comprar algo e não quero ser só isso. Eu não sou um cabide, não sou uma vitrine e quero que as pessoas pensem com as próprias cabeças, e pensem junto comigo. Não quero criar um exército de pessoas que são influenciadas por mim. Eu quero cabeças pensantes para trocar [ideias] comigo”, comentou a cantora ao programa “Saia Justa”, na GNT, nesta quarta-feira (17).

Manu Gavassi, ao longo do bate-papo, contou que já fez o papel de influenciadora e se arrepende disso. Para ela, o importante é exercer uma função que esteja congruente à sua essência. Se isso não acontece, o seu corpo e mente cobram uma conta pesada.

“Por muito tempo me senti desconfortável e meio vazia para fazer alguns trabalhos, por estar cedendo a uma coisa que eu não acreditava 100% e que não encontrava ali a minha voz. O meu diferencial foi trazer a minha identidade e a minha arte para dentro disso. Se eu estiver fazendo algo em que não acredito e com muitos números, vou ter crise de pânico e não vou conseguir sustentar aquilo, porque vou estar infeliz. Então, para mim, o sucesso tem a ver com realização pessoal, e se eu fizer algo que me orgulhe muito e cinco pessoas estiverem me assistindo, entendendo a minha mensagem, estarei feliz pra caramba”, explicou.