Maquiador diz que MC Carol “incentiva mulheres a cheirar pó”


© Instagram


Protagonista de polêmica por causa de seu posicionamento político, Agustin Fernandez entrou em uma briga com MC Carol após ter sido criticado por fazer parte de uma reunião com a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, a fim de contribuir com uma campanha de combate à violência contra mulheres.





VOCÊ VIU? Débora Nascimento ganha apoio de famosas após suposta traição

Mateus Solano procura autoridades após ser vítima de golpe

Amiga de Marina Ruy Barbosa curte comentário sobre polêmica

Após polêmica, Letícia Spiller posa com Mari Ruy Barbosa e é elogiada

“Qual proposta um homem maquiador teria para as mulheres vítimas de violência doméstica? Ensinar as mulheres a se maquiarem após serem espancadas, é isso? Ele não defende nem as próprias causas, Jesus”, postou a funkeira.

O apoiador do presidente Jair Bolsonaro, então, afirmou que utilizará as redes sociais para divulgar as ações da pasta, já que seu público “é 82% mulheres”. “Os serviços da área de beleza são liberais, qualquer mulher, mesmo sem estudos, pode conquistar sua independência financeira nesta arte. A equipe é composta por 4 mulheres de diferentes etnias.”

“Agora me diga você, Carol, o que você faz pelas mulheres? Além de incentivá-las a cheirar pó, deitar com traficantes e acharem que é legal ser obesa, morrer de arteriosclerose, infarto, insuficiência cardíaca e pressão alta. Me conte, curioso para saber”, provocou.



A cantora fez sua tréplica afirmando que “mesmo cantando funk putaria, sendo favelada, preta, gorda, feminista, e levantando essas bandeiras”, é famosa e vive do funk há 8 anos. “Você apareceu agora, ninguém te conhecia até as eleições, lindo [risos]. Você é só um cara gay que não levanta a própria bandeira. Você é bizarro, lek”, criticou.

View this post on Instagram

Curioso pra saber

A post shared by Agustin Fernandez (@agustinofficial) on