Marido de Ana Hickmann pede desculpas por xingar grevistas


  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Alan Morici/ Frame
  • © Montagem - Instagram e Divulgação
  • © Instagram
  • © Divulgação/Estilo
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Facebook
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Raphael Castello/AgNews
  • © Record
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Facebook
  • © Record
  • © Instagram
  • © Facebook
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © TV Globo
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


Alexandre Correa voltou a causar polêmica na web. Na última sexta-feira (28), o marido de Ana Hickmann reclamou da greve geral e disse que perdeu aproximadamente R$ 25 mil em vendas por causa da paralisação.





VOCÊ VIU? Mariana Rios reata namoro e ganha ‘montanha’ de flores

Morre radialista atingida por carro alegórico no Carnaval

Luciano Huck pode processar responsáveis por acidente aéreo

Theo cresceu! Veja como está o filho de Giulia Gam e Bial

O empresário ainda disparou que manifestante era “corno” e “folho da p***”. Por causa da repercussão ruim, ele pediu desculpas no Instagram e garantiu que suas opiniões não refletem as da esposa.

“É a opinião de uma pessoa que se sentiu prejudicada. Fui extremamente egoísta e não olhei que tem gente aí infinitamente… milhões de pessoas num estado absolutamente calamitoso de vida”, disse.

E declarou na legenda: “Errei e peço desculpas. Minhas declarações foram patéticas e egoístas”.