Marlon Teixeira lamenta morte do avô em voo da Chapecoense


  • © Instagram
  • © TV Globo
  • © Divulgação/TV Globo
  • © TV Globo
  • © Twitter
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Divulgação/TV Globo
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © Divulgação/Fernando Torquatto
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Record
  • © Divulgação
  • © Rafael Cusato/Brazil News
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Divulgação


A tragédia envolvendo o avião que transportava o time da Chapecoense atingiu a família de Marlon Teixeira. Isso porque o avô paterno do modelo, Delfim Peixoto, foi uma das vítimas fatais do acidente ocorrido na madrugada da última terça-feira (29), na Colômbia.

O patriarca tinha 72 anos de idade e era presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF) há 27 anos.

O ex-affair de Bruna Marquezine usou seu perfil no Instagram para lamentar a morte do avô e prestar uma homenagem.

“Descanse em paz, meu querido. Lendas nunca morrem. Para sempre em nossos corações”, escreveu.

A relação entre Marlon e Peixoto era bem próxima. Na conta do Instagram do veterano há não várias fotos do neto, inclusive de algumas campanhas publicitárias feitas pelo rapaz, como uma ao lado de Gisele Bündchen.



Close sidebar