Mayara Motti faz desabafo: “Mãe solteira não é estado civil”


© Instagram


Grávida de seis meses, Mayara Motti voltou a falar sobre a sua decisão de ser mãe solo. A ex-integrante do “Big Brother Brasil 17” está à espera de um menino, fruto de uma “recaída” com um ex-namorado. Apesar de receber muitas mensagens de apoio, a mineira também foi alvo de diversas críticas por sua opção e acabou fazendo um desabafo por conta disso.





VOCÊ VIU? Daiana Garbin conta que ficou com medo no início da gravidez

Viola Davis revela que passou fome na infância: “Vergonha”

Sylvester Stallone coloca à venda carro de R$ 1,8 milhões

Agnaldo Timóteo revela mágoa de Roberto Carlos: “Deselegante”

“Ainda existe um machismo muito grande em relação às mães independentes. Me deram parabéns por ter coragem de dizer que sou mãe solo e não ter vergonha. Mas calma, vergonha de quê? Fui e sou muito mulher, de bater no peito e encarar tudo sozinha se o ‘pai’ não está preparado para ser pai. Isso acontece muito. É sempre mais fácil culpar a mulher por tudo. É triste, mas tem gente na sociedade que ainda passa pano para isso”, comentou a ex-BBB.

“Existem as mulheres que passam por isso e me pedem ajuda de como ser forte e seguir em frente. Outras que de cada dez perguntas, oito são: ‘cadê o pai? Mãe solteira?’ E lá vem a sociedade com os seus termos machistas. Mãe é mãe de qualquer forma: solteira, casada, viúva. Mãe solteira não é estado civil”, completou.

Mayara Motti revelou que conhece o pai de seu filho há dez anos. Porém, a mineira afirmou que ainda não sabe se ele quer ser presente ou não na vida da criança. “Tivemos um relacionamento há algum tempo e sinceramente não sei o posicionamento dele (quanto a querer participar da criação do bebê). Cada um tem uma maturidade para lidar com as situações”, explicou.