MP aponta conflito de interesses entre filhas e irmã de Gugu


© Instagram


O Ministério Público de São Paulo emitiu um parecer que apontou um conflito de interesses entre a inventariante da fortuna de Gugu Liberato, Aparecida Liberato, sua irmã, e Marina e Sofia, gêmeas do apresentador.

LEIA TAMBÉM: Rhyca Vírus? Veja como as celebridades eram antes da fama

Veja fotos do triplex de Zezé Di Camargo e Graciele Lacerda

Cristiano Ronaldo aluga mansão de R$ 72 mil por dia; veja!

De acordo com a colunista Monica Bergamo, o órgão chegou à conclusão de que o conflito existe pelo fato de Aparecida ser mãe de dois dos sobrinhos contemplados no testamento deixado pelo famoso.

O Ministério Público também avaliou que Aparecida, que mora na capital paulista, pode não ter pleno conhecimento do que as sobrinhas, que vivem em Orlando, nos Estados Unidos, precisam, de fato.

“Não há como saber se a tia, que reside em São Paulo, conhece as reais necessidades dela”, apontou o órgão.

Aos 17 anos de idade, Marina e Sofia foram emancipadas pela mãe, Rose Miriam di Matteo, este mês. Com isso, as moças são responsáveis por si próprias e podem tomar decisões em todas as esferas, inclusive a judicial.

As gêmeas, por meio do mesmo advogado da mãe, pedem na Justiça para que uma auditoria independente seja realizada nas contas do inventário. Além disso, ao contrário da família de Gugu Liberato, as jovens reconhecem a união estável entre o pai e a mãe.

Gugu faleceu, aos 60 anos de idade, em novembro de 2019, após sofrer uma queda na mansão da família em Orlando.

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos

  • © Record

    Nos anos 90, Gugu Liberato foi considerado um dos maiores apresentadores do país. À frente do “Domingo Legal”, no SBT, o veterano alcançou a liderança na audiência em diversas ocasiões, batendo a TV Globo. O artista estava na Record, no comando de realities, quando morreu, aos 60 anos de idade, após sofrer uma queda de mais de 4 metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos



Close sidebar