Mulher é presa após acusar Padre Marcelo Rossi de plágio


© Divulgação


Izaura Mendes foi presa na última quinta-feira (9) pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, suspeita de estelionato. A mulher é investigada por ter supostamente aplicado um golpe milionário ao acusar Padre Marcelo Rossi de plágio.





VOCÊ VIU? Ator seria pivô da separação de Débora Falabella e Murilo Benício

Marcos Mion passa 7 horas fazendo tattoo e resultado impressiona

Leandro Hassum reclama por acharem que esposa é sua filha

Ivan Moré deixa comando do “Globo Esporte” após 4 anos

A senhora, de 65 anos, alegou que um texto no livro “Ágape” foi copiado sem os devidos créditos. O caso passou a ser tratado pela Delegacia de Repressão aos Crimes Contra Propriedade Imaterial (DRCPim), que identificou a possível fraude.

Em 2013, a mulher fez acordo e recebeu R$ 25 mil da Editora Globo. Depois, abriu nova ação contra a empresa por ter mantido a obra com o trecho que ela dizia ser seu. Por isso, a Justiça determinou que os livros fossem recolhidos do mercado em abril deste ano.

Atualmente o valor da ação está em R$ 51,6 milhões, segundo o “G1”. Contudo, as autoridades descobriram que o registro apresentado por Izaura da Biblioteca Nacional não condiz com o texto “Felicidade! Qual é? Crônicas e Poesias”, como alegou.



Mendes foi chamada para depor e afirmou que não sabe falsificar documentos, apenas “datilografar”. A polícia fez buscas na casa da suspeita e apreendeu documentos que podem ajudar nas investigações. As duas advogadas da mulher também foram presas.



Pr. Marcelo não quis comentar o caso, mas afirmou à publicação que perdoa Izaura.






Close sidebar