Na ONU, Angelina Jolie desabafa sobre assédios em Hollywood


  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © People Magazine
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Divulgação


Angelina Jolie aproveitou seu discurso em um evento da Organização das Nações Unidas, na última quarta-feira (15), para poder chamar atenção aos casos de assédio denunciados recentemente em Hollywood.

VOCÊ VIU? Anitta canta Hino Nacional na F-1 e vira assunto: “Errou?”

Luciano Huck e Angélica podem ser dispensados da Globo

Fátima e novo namorado já tiveram ‘lua de mel’ na Europa

Clara ficará milionária e voltará vingativa em “Paraíso”

A atriz, que foi uma das famosas a acusar o produtor Harvey Weinstein de tê-la assediado no passado, alertou para o tipo de repercussão que notícias deste tipo ganham.

“Constantemente, esses tipos de crimes contra a mulher são alvos de piadas e minimizamos com um ato de que alguém não consegue se controlar, como uma doença ou um ato decorrente de uma vontade reprimida.”

E a artista ainda reclamou: “Mas um homem que maltrata uma mulher é um abusador”.

Ainda sobre o tema, a ex de Brad Pitt não deixou de fora as autoridades. “Lutar contra ela [violência] é difícil, mas não impossível. Somos capazes de identificar os criminosos, o que falta é vontade política”, avaliou.



Close sidebar