Pablo e Record são alvos de processo de plágio


© Divulgação


Pablo do Arrocha foi processado por plágio. O compositor Marinho de Almeida alegou que o músico cantou a canção “Mãe” como se fosse dele no “A Hora do Faro”, da Record.

Veja também

Cirurgião plástico é condenado a pagar R$ 60 mil a Solange Gomes por reparação de danos

No processo, o Marinho pede uma indenização de R$ 2 milhões, segundo o jornal “Agora S. Paulo”. A Record também foi envolvida no caso por não ter corrigido a autoria da música no programa.

Plabo se defendeu e disse que nunca afirmou ter sido o autor do hit. Já a Record ainda não foi noticiada pelo processo.



Close sidebar