Pai de Naldo chama funkeiro de mentiroso: “Jamais levantei a mão para a minha mulher”


© Instagram


Depois da briga pública com a ex-mulher, Naldo agora lava a roupa suja na imprensa com o pai. Nesta segunda-feira (25), Manoel Jorge da Silva voltou a atacar o filho, chamando o funkeiro de mentiroso. Além disso, o pedreiro garantiu que nunca bateu na mãe do cantor.

Vejta também:

Aos 73 anos, pai de Naldo fabrica lajes e dispara: “Negaria que ele é meu filho”

“Isso não é verdade. Ele mente descaradamente. Eu sou cristão há 30 anos e jamais levantei a mão para a minha mulher. E outra coisa, o cara que tem 50 anos de idade, com oito filhos adultos, se ele fosse um mau marido, os próprios filhos colocavam ele para fora”, disse ao jornal “Extra”.

O veterano ressaltou que o músico chegou a declarar em uma entrevista que se espelhava nele, o que comprovaria a contradição no motivo pelo qual o marido da Mulher Moranguinho teria abandonado o pai após ficar famoso.

“Agora está assim, inventando essas coisas. Só na minha igreja, eu tenho 90 pastores e dez mil membros que vão provar que isso é mentira. Ele está falando uma porção de coisas, e é uma pena eu ter que tomar providência também”, afirmou.

Naldo estava nos Estados Unidos curtindo férias ao lado da família quando a polêmica estourou. De volta ao Brasil, o artista não procurou o pai para fazer as pazes. “Ele não me procurou. Eu até queria, mas ele não me procurou. Eu sou pai, né? Se ele me procurar, eu converso com ele. Se ele vier a mim, conversar como filho, eu vou conversar com ele como pai.”

Troca de acusações

A confusão começou quando o sogro de Ellen Cardoso revelou que não conversava com o filho há um ano e que não tinha interesse em retomar o contato. Ele garantiu que estava com o aluguel atrasado e vivia somente com a aposentadoria e o trabalho com lajes. “Negaria mil vezes que ele é meu filho”, disparou.

“Tenho amor por ele, mas como homem, não aceito o que ele fez com a minha mãe”, declarou Naldo. “Não sei por que ele está inventando essas calúnias.”

O funkeiro se defendeu e garantiu que ajuda, sim, financeiramente o aposentado, e que ele, aos 73 anos, ainda trabalha “porque quer”.

“Ele tem três fontes de renda: o aluguel de um apartamento na Vila dos Pinheiros, que está em meu nome, a aposentadoria e mais um valor que eu dou a ele mensalmente. Ele trabalha porque quer”, explicou ao jornal “O Dia”.

E continuou: “Eu falei para ele parar diversas vezes e ele dizia que não queria ficar sentado, só engordando. É uma escolha dele fazer laje pré-moldada”.

O cantor ainda confessou que chegou a pedir para que o pai morasse com ele após a morte de sua mãe, mas que o senhor preferiu seguir a vida ao lado de sua nova companheira. A relação, inclusive, deixou o artista bastante magoado.

“Minha mãe faleceu de câncer e, menos de um mês após a morte dela, ele queria assumir aos quatro cantos que estava com outra mulher. […] Ele não respeitou a memória da minha mãe. Aliás, não respeitou sequer em vida, já que havia vários episódios de traição e agressão enquanto eles ainda eram casados.”



Close sidebar