‘Paulo Cintura’ original lamenta falta de consideração da nova “Escolinha”


© Record


Paulo Cesar Rocha lamentou a falta de consideração dos idealizadores do remake da “Escolinha do Professor Raimundo”, da TV Globo, com o elenco original da produção.

VOCÊ VIU? Após denúncias, Giselle Itié volta a postar fotos nua; veja

Nanda Costa assume namoro com mulher: “Meu amor”

Morre médium e apresentador Luiz Gasparetto, aos 68 anos

Isis Valverde é alvo de crítica: “Só assim para ter peito”

“O certo seria pegar os vivos e misturar com os mortos. A escolinha vai dar sucesso em qualquer lugar, mas é sucesso porque colocaram personagens que já existiam, como o Sambarilove, o Zé Bonitinho. Se botar lá gente nova, não funciona”, declarou o intérprete de Paulo Cintura no “Programa do Porchat”, da Record.

O veterano afirmou acreditar que os antigos artistas deveriam também terem participação no lucro da nova versão. “O Sambarilove entrou lá como irmão do Rolando Lero. No final, ele virou Sambarilove, tudo ele que faz, tudo é dele. O cara só deu a cara, faz tudo que é dele. Então, o personagem é dele também, tem que ser ressarcido de alguma forma”, avaliou.

E completou: “Tem muita gente da escolinha passando fome, morrendo de depressão”.

No remake, para quem não sabe, o personagem em questão é interpretado por Evandro Mesquita. Originalmente, o papel foi de David Pinheiro, que também estava presente no talk show de Fábio Porchat.

Vale lembrar que a nova temporada da “Escolinha” deve ir ao ar entre setembro e novembro deste ano.



Close sidebar