Porchat se une a humoristas no STF contra censura durante eleições


© Instagram/Divulgação


Fábio Porchat, Marcius Melhem e Bruno Mazzeo se uniram contra o dispositivo da Lei Eleitoral que censura o humor durante as eleições. No próximo dia 13, o grupo de humoristas irá até ao Supremo Tribunal Federal, onde será julgada a ADI 4451.





VOCÊ VIU? Após denúncias, Giselle Itié volta a postar fotos nua; veja

Morre médium e apresentador Luiz Gasparetto, aos 68 anos

Isis Valverde é alvo de crítica: “Só assim para ter peito”

Ex-BBB Lucas detona página na web após notícia falsa

Trata-se da Ação Direta Inconstitucional, que suspende a proibição da liberdade de expressão, e será apoiada pelos comediantes, segundo o jornal “O Globo”.

“A liberdade de crítica é parte integrante da liberdade de imprensa”, disparou Gustavo Binenbojm, advogado que acompanhará os artistas.

Para quem não sabe, a norma em questão proíbe qualquer tipo de ridicularização contra candidatos e partidos durantes os meses que antecedem as eleições. Neste ano, os brasileiros vão eleger presidente da República, governadores, senadores e deputados (federais e estaduais).