Programa “Pânico” tem pancadaria entre apresentador e convidado


© Jovem Pan


O clima esquentou durante o “Pânico”, da rádio Jovem Pan, nesta terça-feira (11). Convidado da atração, Tomé Abduch partiu para cima do apresentador André Marinho durante uma discussão e os dois trocaram socos e pontapés até serem separados pela produção do programa.

LEIA TAMBÉM: Arthur, do “BBB 21”, revela estar recebendo ameaças de morte

Deu ruim! Filha de Gugu Liberato tem carro guinchado nos EUA

Repórter da Globo cai da ponte ao vivo durante jornal; veja

Gil do Vigor revela sonho: “Ser presidente do Banco Central”

Os ânimos estiveram exaltados ao longo de todo o bate-papo, uma vez que Abduch é ferrenho defensor de Jair Bolsonaro (sem partido) e o apresentador fez questão de rebater toda e qualquer afirmação do convidado sobre o presidente do Brasil.

Contudo, a coisa ficou mesmo feia quando André Marinho foi classificado como “babaca” e retrucou, chamando Tomé de “chorão”. “Valeu, chorão. Valeu, chorão. Vai, chora por político”.

Extremamente irritado, o convidado levantou-se de sua cadeira e partiu para cima do rapaz. Os dois, então, tiveram um confronto com direito a socos e tentativa de pontapés, até que foram contidos.

Emílio Surita, líder do “Pânico”, lamentou o ocorrido. “Eu peço desculpas à nossa audiência. Os ânimos se acirraram aqui. Vocês sabem que a democracia é ruidosa mesmo e às vezes a gente perde o controle da situação. Mas está tudo bem, posso garantir para vocês”, disse.

E completou: “Eu fico triste de uma discussão que a gente quer levar bacana ir para o lado pessoal. Não era o objetivo, mas vocês sabem como é que funciona nesse momento. Principalmente agora que a gente está vivendo esse momento quente de política.