Renata Capucci celebra filhas após três abortos: “Lindas”


© TV Globo


Renata Capucci, que já emocionou o público ao contar a história de suas cinco gestações, relembrou o drama familiar nesta segunda-feira (30), durante participação no “Encontro com Fátima Bernardes”, da Globo.

VOCÊ VIU? Grávida, Patricia Abravanel cai ao vivo no palco do Teleton

Jacqueline Brazil estreia no “JN” e faz sucesso na web

Maria Ribeiro é agredida por segurança de bar na Espanha

Geraldo Luis sonha com Marcelo Rezende e desabafa: “Saudade”

A jornalista foi convidada para a atração porque o assunto eram as “crianças arco-íris”, que são os filhos que nascem após a perda de um outro bebê. E ela viveu a experiência da morte do primogênito.

“Era um menino, o Bernardo, há 14 anos. Eu era recém-casada, estava tudo ótimo. Com 33 semanas, ele parou de mexer. Fui ao médico, no exame não deu para ouvir o coração. No ultrassom, eu vi o coração parado”, contou.

A apresentadora, emocionada, disse que seu mundo “acabou”. “Tudo desabou. O quartinho dele era da Arca de Noé […] a morte dele foi exatamente uma tempestade, um dilúvio.”

Um ano após a morte do bebê, Renata recebeu a filha, Lily – agora com 12 anos. Ela também é mãe de Diana, de 4 anos. Ambas são frutos do casamento da profissional com Ivo Sternick.

Mas a história da âncora não acaba aí. Entre as meninas, a veterana sofreu outros dois abortos, mas não perdeu as esperanças de formar sua família. “Era um sonho ter filhos.”



Close sidebar