Repórter do “Mais Você” comenta homossexualidade e relembra assédio


© Facebook


Repórter do programa “Mais Você”, da Globo, Nádia Bochi usou as redes sociais, na última quarta-feira (6), para comentar a respeito de sua orientação sexual, a fim de inspirar outras pessoas e fazer um alerta para o machismo e assédio.

VOCÊ VIU? Após denúncias, Giselle Itié volta a postar fotos nua; veja

Morre médium e apresentador Luiz Gasparetto, aos 68 anos

Isis Valverde é alvo de crítica: “Só assim para ter peito”

Ex-BBB Lucas detona página na web após notícia falsa

“Me reconheci lésbica numa época em que ser homossexual não tinha nenhum glamour. Não existia beijo gay em novelas, pelo contrário. Lésbicas explodiam junto com os prédios […] Parece distante, mas isso tudo foi ontem, nos anos 90”, postou no Facebook.

A jornalista seguiu o relato: “[…] Algumas vezes tive que colocar a prova minhas convicções. Enfrentei situações de assédio, como a maioria das brasileiras. E, acreditem, quando isso acontece com uma mulher lésbica a violência é muito cruel porque, além de machista, é homofóbico”.

Nádia ainda revelou que tem a sorte de não esbarrar diretamente com o preconceito e que decidiu publicar o texto por causa de um convite da amiga Maô Guimarães. “Achei importante contar o meu caminho.”

Leia o texto na íntegra:

Me reconheci lésbica numa época em que ser homossexual não tinha nenhum glamour. Não existia beijo gay nas novelas, pelo…

Posted by Nadia Bochi on Wednesday, June 6, 2018



Close sidebar